LEGADEMA SS20

Em 2010, Beverly e Dereck Joubert (cineastas e exploradores da National Geographic) encontraram um leopardo debaixo de uma árvore com dois mil anos de idade em África. Esta descoberta levou o casal numa viagem especial de 4 anos, pois seguiam diariamente o desenvolvimento deste jovem leopardo, a quem deram o nome de "Legadema" ("luz do céu"). Ao longo da sua investigação, os Jouberts exploraram os lugares mais selvagens e perigosos de África, incluindo o Botswana, onde vivem actualmente numa tenda na floresta, expostos a temperaturas que vão de extremamente baixas a extremamente altas, e até mesmo a tempestades terríveis. Suportam tudo isso para capturar a essência dos animais africanos, especificamente os felinos. A sua iniciativa, em parceria com a National Geographic e que visa a preservação dos grandes felinos em África, nasceu do desejo de celebrar os animais e de os proteger da assustadora redução do seu número ao longo dos últimos 50 anos. Há meio século atrás existiam 450 000 leões, mas em 2010 apenas 20 000 foram registados. A população de tigres caiu de 45 000 para 3000, as chitas caíram de 50 000 para 12 000 e, finalmente, os números de leopardos, que há 50 anos eram 700 000, são agora 50 000. Estes números continuam a diminuir devido aos caçadores de safaris legais e ilegais e à procura de peles de felinos.  O "Legadema" é uma mensagem sobre o impacto da extinção no nosso mundo. Há um aumento significativo do branco na colecção, quase como se estivéssemos a eliminar a existência destes animais ao longo dos anos mas, ao mesmo tempo, o branco representa a esperança de que esta caça abusiva e a poluição dos habitats deste animal cheguem ao fim. Há uma evolução da manipulação de tecidos que representa a procura abusiva do seu pêlo e uma redução da cor e do padrão que representa a redução do número e da autenticidade destes animais. 

Agradecimentos Especiais

Troficolor | Armazém dos Linhos | LMA | Bymyside | Liliana Alves Jewelery

Leather You | SéculoRival